domingo, 27 de setembro de 2015

Cosme e Damião: Quem eram eles de fato e verdade sem a conceitualidade nefasta religiosa?

Hoje é o dia dos gêmeos Come e Damião.

Os gêmeos nasceram em Egeia (agora Ayas, no Golfo do İskenderun, Cilícia, Ásia Menor), e tinham outros três irmãos. O pai foi mártir durante a perseguição dos cristãos na era de Diocleciano. Cosme e Damião eram médicos que curavam os enfermos não só com seu saber mas através de milagres propiciados por suas orações. Seus nomes verdadeiros eram Acta e Passio. Sua mãe se chamava Teodata, e também é venerada como santa pelos ortodoxos. Os gêmeos praticavam a medicina em Egeia e alcançaram, por isso, grande reputação. Não aceitavam nenhum pagamento por seus serviços e foram por isso chamados de anargiras (em grego antigo: Ανάργυροι anargyroi - ?). Dessa forma, eles trouxeram muitos novos adeptos para a fé católica. Quando a perseguição de Diocleciano começou, o prefeito Lísias mandou prender Cosme e Damião e ordenou-lhes que se retratassem. Eles se mantiveram constantes sob tortura e de forma milagrosa não sofriam nenhum ferimento por água, fogo, ar, nem mesmo na cruz, até que foram decapitados por uma espada. Seus três irmãos, Antimo, Leôncio e Euprepio também morreram como mártires com eles. A execução ocorreu em 27 setembro, provavelmente entre 287[6] /303. Mais tarde, surgiu uma série de relatos fabulosos sobre os gêmeos ligadas em parte às suas relíquias. Os restos mortais dos mártires estavam enterrados na cidade de Ciro, na Síria; o imperador Justiniano I (527-565) suntuosamente restaurou a cidade em sua honra, depois de ter sido curado de uma doença perigosa por intercessão de Cosme e Damião. Justiniano reconstruiu e decorou a igreja dos mártires em Constantinopla, que veio a se tornar um lugar famoso de peregrinação. Em Roma, o Papa Félix IV (526-530) edificou uma igreja em sua honra. A Igreja grega celebra a festa dos santos Cosme e Damião em 1 de Julho, 17 de Outubro e 1 de Novembro e venera três pares de santos com o mesmo nome e profissão. Cosme e Damião são considerados os patronos dos médicos e cirurgiões e por vezes são representados por emblemas médicos. Eles são invocados no Cânon da Missa e na Ladainha de Todos os Santos.


https://pt.m.wikipedia.org/wiki/Cosme_e_Damião



O PECADO que o ESPÍRITO SANTO cometeu em Mt 2:23


O PECADO que o ESPÍRITO SANTO cometeu em Mt 2:23
O PECADO que o ESPÍRITO SANTO cometeu em Mt 2:23
Posted by Professor Fábio Sabino - Exegeta on Quinta, 24 de setembro de 2015

sábado, 26 de setembro de 2015

Vídeo de pastor que cospe na boca de fiel durante culto causa polêmica entre evangélicos; Assista

Um vídeo de um pastor que cospe na boca de um fiel durante um culto a título de curá-lo se tornou viral nas redes sociais, com diversos canais do YouTube republicando o material, sempre com títulos que exclamam a incredulidade diante das cenas.
No culto, uma fila de pessoas aguarda oração em frente ao altar do templo, e o pastor, fala aos fiéis aos berros. Ao tomar um gole do copo d’água que segurava, o pastor abre a boca do primeiro na fila e cospe dentro, jogando o restante do líquido sobre sua cabeça.
A cena, inédita e sem base bíblica, vem sendo classificada como bizarra por muitos internautas. “Pastor lobo enganando e conduzindo muitos para o inferno”, escreveu um usuário do YouTube nos comentários de um dos canais que publicou o vídeo.
“Eu vejo que as pessoas não gostam de comentar vídeos com esse teor pois são ignorantes quanto às Escrituras! isso é um ritual pagão, disfarçado de Evangelho! Além de falta de higiene! […] Será que quem pratica esses rituais está preocupado, de verdade, em ensinar o caminho da salvação a alguém?”, questionou outro internauta.
A repercussão do vídeo foi tão intensa que portais como iG e O Dia publicaram notas em suas páginas. “O vídeo de um pastor cuspindo na boca de um fiel durante um culto evangélico tem impressionado e chamado a atenção dos internautas”, informou o site Último Segundo.
“É cada igreja estranha q vem surgindo que dá até medo”, resumiu um usuário da plataforma de vídeos. Mas, dentre as inúmeras críticas, teve quem defendesse o rito: “Loucura pro incrédulo mas a Glória de Deus pros crentes. Deus usa quem quer e da maneira que quiser”, escreveu um dos que visualizaram o vídeo.


http://olharparaofim.blogspot.com.br/2015/09/video-de-pastor-que-cospe-na-boca-de.html


quinta-feira, 24 de setembro de 2015

Cachê de R$ 200 mil para André Valadão gravar DVD em cidade pobre gera polêmica

A gravação de um DVD em uma cidade que atravessa problemas financeiros gerou uma enorme polêmica e críticas ao cantor André Valadão. O evento, que será realizado no próximo sábado, rendeu ao artista um cachê de R$ 200 mil.
A cidade de Cabo de Santo Agostinho, no litoral sul de Pernambuco, é bastante pobre e, como todo o país, atravessa um momento delicado financeiramente, com anúncios de medidas de contenção de gastos, corte no salário dos funcionários comissionados e outras ações.
De acordo com informações do Diário Oficial dos Munícipios do Estado de Pernambuco, a negociação entre André Valadão e a prefeitura da cidade foi intermediada pela produtora Amando Vidas, sediada em Londrina (PR) e que deverá ficar com parte do valor acertado em contrato.
O DVD que será gravado no próximo sábado, 26 de setembro, vai ser lançado com o título “Crer Para Ver”. No site oficial de André Valadão, há a confirmação do evento na agenda do cantor.
“A contratação gerou controvérsias, não só pelo exorbitante valor pago ao cantor, mas pela atual situação da cidade. Cabo de Santo Agostinho passa por uma crise financeira […] No entanto, a contratação de André Valadão foi divulgada no Diário Oficial, e foi feita em regime de inexigibilidade de licitação, ou seja, não passou por licitação pública”, informou Mariana Gouveia, do siteConsciência Cristã.
O presidente da Câmara Municipal de Santo Agostinho, vereador Mário Anderson da Silva Barreto (PSD), criticou a decisão tomada pelo prefeito Vado da Farmácia (PTB), afirmando que houve incoerência: “Na verdade, o prefeito exonerou alguns cargos comissionados de baixo escalão, porém nomeou outros em níveis mais altos e promoveu alguns, fazendo com que tais medidas se tornassem inócuas. O pior é que o prefeito demitiu mais de quarenta médicos e dentistas, debilitando ainda mais o sistema de saúde do município, que é tocado por um professor e agente de polícia, que nada entende da pasta”, disparou, segundo informações do Blog do Janildo, do portal UOL.
O vereador acrescentou ainda que as despesas da prefeitura não se resumem ao pagamento do alto cachê ao cantor: “Para contrastar ainda mais e provar que não há crise, é que o prefeito está gastando mais de R$ 400 mil para que o cantor gospel André Valadão grave o seu DVD em nossa cidade, sendo R$ 200 mil só de cachê”, criticou.
Há a promessa, por parte de Barreto, de que a polêmica se estenda ainda mais, pois ele irá pedir que o Ministério Público (MP) de Pernambuco e o Tribunal de Contas do Estado (TCE) investiguem o contrato e a origem das verbas.
A prefeitura afirmou em nota que a contratação de André Valadão para a gravação de um DVD na cidade desempenha papel importante no “aquecimento do comércio local, da rede hoteleira e da potencialização do turismo, além de divulgar o município dentro e fora do país”, acrescentando que a expectativa é que a cidade receba em torno de 40 mil visitantes no dia do evento.
Confira o anúncio da contratação de André Valadão no Diário Oficial:
diario oficial cabo de santo agostinho - andre valadao
Na agenda do site oficial do cantor, também há confirmação de participação no evento:


http://olharparaofim.blogspot.com.br/2015/09/cache-de-r-200-mil-para-andre-valadao.html?utm_source=feedburner&utm_medium=feed&utm_campaign=Feed:+Olharparaofim+(olharparaofim)


domingo, 20 de setembro de 2015

YAHWEH UM 'DEUS' COVARDE! - 1ª PARTE

YAHWEH UM 'DEUS' COVARDE!

Se ouve um motim no céus por que o campo de batalha é na terra? 
Por que seguranças no jardim do éden só depois da expulsão do homem? 
Por que não se manifestou a todos os povos como "Deus"?





Quanto menos desenvolvido é o país mais se acredita em Deus


Um recente levantamento mostrou qual a parcela de crentes em Deus e ateístas temos pelo mundo. Apesar dos dados terem sido coletados em épocas diferentes (entre 1991 e 2008) nós utilizamos nossas parcas habilidades em Excel para agrupar tudo e gerar outros números.
Utilizando a lista de países por Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) nós agrupamos os cinco que são mais desenvolvidos, os cinco menos desenvolvidos e traçamos médias simples dos níveis de crença em Deus ou de ateísmo.
A média daqueles que estão certos da existência de Deus nos países mais desenvolvidos (28%) é quase a metade que dos menos desenvolvidos (53%). Curiosamente a tendência de ateísmo é inversamente proporcional à que vimos acima com os mais desenvolvidos (15%) mostrando cerca do dobro de ateístas do que os menos desenvolvidos (7%).


Fica claro que quanto maior é o desenvolvimento humano em um país, menor é a tendência de se creditar na existência de Deus
Os EUA são a zebra da lista, pois mesmo sendo o quarto país com maior IDH do mundo tem uma proporção altíssima de crentes — seis a cada dez — para ateístas que são apenas 3%.
Vale ressaltar que toda a lista mostra países com uma média alta de desenvolvimento humano. Os menos desenvolvidos da lista são Filipinas, Rússia e Chile. O Chile é o 44º da lista do IDH (considerado muito alto), e a Rússia no 66º (considerado alto). As Filipinas estão em 112º e são consideradas de médio desenvolvimento humano.

http://hypescience.com/paises-pobres-acreditam-mais-deus/


Jesus morreu para perdoar pecados?





Irracionalidade humana: Adora um Deus invisível e mata a natureza visível....

"O homem é a mais insana das espécies. Adora um Deus invisível e mata a natureza visível....sem perceber que a Natureza que ele mata é esse Deus invisível que ele adora."



quinta-feira, 17 de setembro de 2015

Apocalipse e o 8º Rei que não vieram! O maior fiasco "profético" do século!




Lembra dessa alarmista época e irresponsável das profetadas dos "profetas" youtubeanos?

Aqui o vídeo abaixo começa dizendo o seguinte: "A profecia do século", mas temos que corrigir dizendo que foi o maior fiasco "profético" do século.

Como o povo tem memória curta, é sempre bom relembrar as loucuras dos oráculos youtubeanos. Para que quando aparecer qualquer notícia tola e irresponsável, que você mesmo vá atrás para saber se é ou não verdade.
A ideia do "fim do mundo" é um desejo insano do ser humano, e não uma realidade de algo a acontecer. E quando qualquer informação alarmista é apenas para que você inconscientemente liberar algo em que o sistema se alimenta o tempo todo. Se você não sabe.....o ser humano é tratado como "pilhas" e o que a pilha fornece? E o que sustenta essa matrix até hoje?


Esse é um dos vídeos que peguei da gafe "profética" da moda do 8º rei....veja!!!




quarta-feira, 16 de setembro de 2015

Poemas dos séculos 17 e 18 revelam a 'devassidão' de freiras

A palavra “freirático” designa aquele que frequenta convento de freiras. Nos séculos 17 e 18 significava algo mais: homem que tinha relacionamento com freira, desde ao platonismo inocente a encontro caliente

A descoberta dessa palavra foi para a escritora Ana Miranda uma porta de entrada para um período em que as freiras tinham amantes, algumas delas mais de um.

"Nunca tinha ouvido essa palavra", disse Ana Miranda, que estudou em colégio de religiosas dominicanas. "Para mim era inacreditável que em Portugal, no auge da Inquisição, pudesse ter havido algo assim."

Foi uma época em que nos conventos se fazia sexo tanto quando se rezava. “Celas e conventos eram ambientes de grande licenciosidade”, escreveu Miranda.

As pesquisas de Miranda sobre os freiráticos renderam o livro “Que Seja em Segredo” (L&PM, R$ 22, 125 páginas), que transcreve poemas escritos por freiras e para elas. O livro já tinha sido lançado em 1990, mas estava esgotado.


Freiras eram musas
 de poemas como estes
Para os homens que desejam a emoção de sexo proibido, os conventos eram paraísos na Terra, porque para lá as famílias mandavam suas filhas tidas como problemáticas, como as rebeldes e contestadoras, as que só pensavam em sexo, as ninfomaníacas, as que perdiam a virgindade antes do casamento, as homossexuais e as bastardas.

"Todas as mulheres solteiras interessantes estavam nos conventos", disse Ana Miranda.

 “Como poucas vezes, a interdição sexual teve a função de afrodisíaco. Era preciso degradar o fascínio do mal; espiritualizar o corpo e erotizar a alma. Para isso, nada como buscar o prazer na escuridão dos conventos." 

Um dos freiráticos foi dom João 5º, rei de Portugal. Ele gostava que freiras sentadas em seu colo lessem poemas eróticos. 

Havia uma passagem secreta entre o seu palácio em Odivelas e um convento, de modo que ele tivesse acesso ao seu “harém” de freiras sem chamar a atenção.

Outro frequentador assíduo de conventos foi o poeta Gregório de Matos. Ele escreveu depoimentos sobre seus encontros com as “cortesãs enclausuradas”. 

Contou que uma vez a cama em que estava com uma freira pegou fogo. O acidente ocorreu provavelmente por causa de uma vela, mas na interpretação poética de Gregório o que desencadeou as chamas foi o “amor que queimava os corpos através dos espíritos”.


Freiras eram frequentadas por
 pessoas de destaque na sociedade


Trecho do livro
"De noite, portões se abriam para os amantes"

Mas nem sempre os freiráticos ficavam do lado de fora dos conventos. Mandavam presentes, imagens de santos, presépios, capelas aos que tinham as chaves das celas; subornavam abadessas, abriam suas bolsas aos padres, para desimpedir o caminho em direção ao objeto desejado. Havia padres residentes que usavam seu trânsito nos conventos a fim de levar e trazer a correspondência dos freiráticos, com os tratos ilícitos. De noite, portões se abriam para que os amantes entrassem furtivamente; muros eram escalados, fugas eram empreendidas com escândalo, abadessas que criassem obstáculos eram ameaçadas com facas. Alguns se disfarçavam em hábito feminino para se insinuar nos corredores em busca da eleita.

As religiosas do convento de Santa Ana de Vila de Viana tinham nas proximidades várias casinhas aonde iam, fora de clausura, com pretexto de estarem ocupadas a cozinhar, e recebiam ali homens que entravam e saíam de noite, denunciou em 1700 o rei, em Lisboa. Nas celas os catres rangiam, os corpos alvos das freiras suavam sob o calor dos nobres, estudantes, desembargadores, provinciais, infantes. Os gemidos eram abafados com beijos.

A doçura do amor e seus abismos Conventos de Portugal tomavam por modelo o de Odivelas, onde trezentas freiras belas e namoradeiras tinham, cada uma, um ou vários amantes, com os quais 12 se distraíam. Essas religiosas eram tidas como as amantes mais atraentes dos portugueses nobres, nas palavras do general Demaurier, em 1755. Moravam em celas luxuosas, com as paredes recobertas de seda, cortinados nas janelas, lençóis de cetim; tomavam chá em xícaras de porcelana, levavam uma vida ociosa em que se entretinham a ler, pôr alcunhas, namorar e fazer doces. Chamavam a si mesmas de Caramelo, Pimentinha, Muleirinha, Caçarola, Vigairinha, Márcia Bela. Pregavam no rosto sinais de tafetá, os ferretes do inferno, usavam rendas nas camisas, luvas, leques, toalha açafroada, em irrequietos ademanes de mulheres disponíveis. Como descreveu Gongora, “Vio una monja celebrada, tras la rexa el niño Amor, bien quebrada de color, y de amor bien requebrada”.

Em certas manhãs elas armavam, do lado de fora do convento, um bufete de doces e pratos especiais que continham bilhetes convidando seus admiradores. Sevados, moletes, argolinhas, melindres, canelões, bolinhos do bispo, loiros, sequilhos das maltesas de Estremoz enchiam as mesas. Naquele dia, as ruas ficavam intransitáveis; as portas dos conventos, repletas de estifas, seges, carruagens. Os portões se abriam e entravam os freiráticos. Descerravam-se as cortinas da grade de proteção e perante os homens apaixonados surgiam as religiosas, com as mãos escondidas nas mangas do hábito, sérias, pálidas, belas como são as mulheres desejadas. Aos poucos elas iam abandonando o ar grave, cruzavam as pernas, tocavam violas e harpas, recitavam versos provocantes, riam, divertiam-se, diante da clientela fascinada que se empanturrava de papos de anjo, suspiros, peitos de freiras. Os doces eram trocados por prendas: um resplendor, uma cabeleira para a comédia, um casal de pombos, um cãozinho de regaço, um frasco de água da rainha da Hungria.

Depois da grade de doces, os freiráticos podiam encontrar-se com suas musas nos locutórios, mas não a sós. Tinham de admitir a presença de uma gradeira com a missão de vigiar o que diziam e faziam. Antes do encontro, vinha uma monja confidenciar ao freirático que sua amada morria de paixão por ele. Depois entrava a desejada. Tocavam-se as pontas dos dedos; ele segurava-lhe o braço; ela mostrava-lhe o pé, o tornozelo ou, entre a alvura da toalha, desnudava o seio, que ele acariciava, sob o olhar descuidado da sentinela.

Dentro do caráter escarninho e maldizente da tradição portuguesa, surgiu a poesia do amor freirático, ora satírica, ora lírica, mas sempre passional, em cuja liturgia afrodisíaca a obscenidade desempenhava uma função mágica, assim como de desmistificação e profanação da santidade. A adesão a uma prática libertina se realizava por meio da cumplicidade que o riso estabelece. Essa poesia tinha, também, um caráter político, pois atacava um ponto vulnerável do poder monárquico, sustentado pela autoridade da Igreja inquisitorial. “Quando eu estive em vossa cela / Deitado na vossa cama / Chupando nas vossas tetas / Então foi que me lembrei / Linhas brancas, linhas pretas”, escreveu um poeta anônimo, sobre mote que lhe dera uma freira.

Os poemas obscenos de amores freiráticos, onde aparece a repressão ascética e aviltante do sexo e da mulher, são inúmeros.

Com informação da editora e de outras fontes e imagem de divulgação.


http://www.paulopes.com.br/2015/03/poemas-revelam-a-devassidao-em-conventos-de-freiras.html#ixzz3luIeJuYa
Paulopes informa que reprodução deste texto só poderá ser feita com o CRÉDITO e LINK da origem. 



segunda-feira, 14 de setembro de 2015

HISTÓRIA JESUS CASAMENTO ESTUDOS E PESQUISAS Papiro que diz que Jesus tinha esposa é autêntico, afirmam cientistas

Três equipes de cientistas de Harvard, de Columbia e do MIT (Massachussetts Institute of Technology) concluíram que um antigo papiro que diz que Jesus era casado não é uma falsificação.

O chamado "Evangelho da Esposa de Jesus" foi escrito na língua copta, idioma extinto no século XVII, e descoberto em 2012.
Ele contém a frase "Jesus disse-lhes: 'Minha esposa ...", e também uma referência a uma discípula mulher: "ela poderá ser minha discípula".
À ocasião da descoberta, o jornal do Vaticano declarou que o papiro era falso, tinha gramática pobre e origem incerta.
Agora, novas análises científicas indicam que o papiro de 4 cm por 8 cm é perfeitamente autêntico.
Segundo artigo publicado na Harvard Theological Review, o documento remonta mais provavelmente do período entre os séculos 6 e 9 d.C. "A composição química do papiro e os padrões de oxidação são consistentes com outros papiros antigos, ao comparar o fragmento do Evangelho da Esposa de Jesus com o Evangelho de João", escreveram os pesquisadores.
Mistério
Os resultados do teste não provam que Jesus tinha, de fato, uma esposa. Karen King, historiadora da Harvard Divinity School que recebeu o papiro de um colecionador anônimo, afirmou que a grande conclusão que se pode tirar do documento é que temas como sexo, celibato e casamento eram muito discutidos no cristianismo primitivo.
Na mesma edição da Harvard Theological Review em que a autenticidade do papiro é defendida, outro pesquisador declara que a relíquia é "tão falsa que parece perfeita para uma esquete do Monty Phyton".
O egiptologista Leo Depuydt, da Brown University, afirma que erros gramaticais do copta e o uso seletivo de negrito nas palavras "minha esposa" são indícios de que se trata de uma falsificação.

http://super.abril.com.br/historia/papiro-que-diz-que-jesus-tinha-esposa-e-autentico-afirmam-cientistas?utm_source=redesabril_jovem&utm_medium=facebook&utm_campaign=redesabril_super



Qual é o verdadeiro caráter hipnótico dos sectaristas nessa farra da prisão religiosa?


A religião é um verme dentro do ser humano que CAUTERIZA a MENTE





INVENÇÃO RELIGIOSA







sábado, 12 de setembro de 2015

Padre pedófilo confessa abusos a menina de 13 anos e comete suicídio na paróquia

Um padre confessou que era pedófilo e havia “cometido ações graves” contra uma menina de 13 anos de idade, e antes de ser expulso da paróquia, suicidou-se na sacristia.
Dom Max Suard, 48 anos, era o responsável pela paróquia de Santa Cruz, no Carso, nordeste da Itália. De acordo com informações do jornal Corriere Della Sera, o pároco procurou o bispo da diocese de Trieste no último sábado para confessar seu pecado.
Na conversa com o monsenhor Giampaolo Crepaldi, o padre Max Suard admitiu ter cometido abusos contra uma criança de 13 anos e afirmou que se manifestaria publicamente. O padre solicitou um prazo de dois dias para redigir sua carta de pedido de perdão a Deus, à Igreja e à vítima.
Na terça-feira, 28 de outubro, o bispo foi até a paróquia para anunciar oficialmente a expulsão do padre e a abertura de um processo canônico contra ele. Ao entrar no templo, encontrou Max Suard enforcado na sacristia, local onde os sacerdotes católicos guardam os assessórios ritualísticos da missa.
Escândalos
Os casos de pedofilia envolvendo padres católicos se tornaram um dos principais problemas da denominação romana, e o papa Francisco tem se posicionado de maneira firme sobre o assunto, assumindo um compromisso ao combate à pedofilia e a punição aos sacerdotes que estiverem envolvidos nesses escândalos.
No meio católico há quem defenda o fim do celibato obrigatório aos padres como forma de combater as práticas de imoralidade sexual na Igreja Católica. O próprio papa Francisco afirmou que não é impossível que no futuro a denominação permita aos padres se casarem, visto que a questão “não é um dogma de fé”, e sim, uma doutrina.
O próprio pontífice chegou a afirmar que hoje existem oito mil padres pedófilos na Igreja Católica ao redor do mundo, o que corresponderia a 2% dos sacerdotes da denominação.

http://noticias.gospelmais.com.br/padre-pedofilo-confessa-abusos-comete-suicidio-paroquia-72266.html



sexta-feira, 11 de setembro de 2015

Deus é amoral II

Se Deus tivesse falado
“Pára de ficar rezando e batendo o peito!
O que eu quero que faças é que saias pelo mundo e desfrutes de tua vida.

Eu quero que gozes, cantes, te divirtas e que desfrutes de tudo o que Eu fiz para ti.
Pára de ir a esses templos lúgubres, obscuros e frios que tu mesmo construíste e que acreditas ser a minha casa.
Minha casa está nas montanhas, nos bosques, nos rios, nos lagos, nas praias.
Aí é onde Eu vivo e aí expresso meu amor por ti.

Pára de me culpar da tua vida miserável:
Eu nunca te disse que há algo mau em ti ou que eras um pecador, ou que tua sexualidade fosse algo mau.
O sexo é um presente que Eu te dei e com o qual podes expressar teu amor, teu êxtase, tua alegria.
Assim, não me culpes por tudo o que te fizeram crer.
Pára de ficar lendo supostas escrituras sagradas que nada têm a ver comigo.
Se não podes me ler num amanhecer, numa paisagem, no olhar de teus amigos, nos olhos de teu filhinho...
Não me encontrarás em nenhum livro!
Confia em mim e deixa de me pedir. Tu vais me dizer como fazer meu trabalho?
Pára de ter tanto medo de mim.
Eu não te julgo, nem te critico, nem me irrito, nem te incomodo, nem te castigo.
Eu sou puro amor.
Pára de me pedir perdão. Não há nada a perdoar.
Se Eu te fiz... Eu te enchi de paixões, de limitações, de prazeres,
de sentimentos, de necessidades, de incoerências, de livre-arbítrio.
Como posso te culpar se respondes a algo que eu pus em ti?
Como posso te castigar por seres como és, se Eu sou quem te fez?
Crês que eu poderia criar um lugar para queimar a todos meus filhos
que não se comportem bem, pelo resto da eternidade?
Que tipo de Deus pode fazer isso?
Esquece qualquer tipo de mandamento, qualquer tipo de lei;
essas são artimanhas para te manipular, para te controlar, que só geram culpa em ti.
Respeita teu próximo e não faças o que não queiras para ti.
A única coisa que te peço é que prestes atenção a tua vida,
que teu estado de alerta seja teu guia.
Esta vida não é uma prova, nem um degrau, nem um passo no caminho,
nem um ensaio, nem um prelúdio para o paraíso.
Esta vida é o único que há aqui e agora, e o único que precisas.
Eu te fiz absolutamente livre.
Não há prêmios nem castigos.
Não há pecados nem virtudes.
Ninguém leva um placar.
Ninguém leva um registro.
Tu és absolutamente livre para fazer da tua vida um céu ou um inferno.
Não te poderia dizer se há algo depois desta vida, mas posso te dar um conselho.
Vive como se não o houvesse.
Como se esta fosse tua única oportunidade de aproveitar,
de amar, de existir.
Assim, se não há nada,
terás aproveitado da oportunidade que te dei.
E se houver, tem certeza que Eu não vou te perguntar se foste comportado ou não.
Eu vou te perguntar se tu gostaste, se te divertiste...
Do que mais gostaste? O que aprendeste?
Pára de crer em mim - crer é supor, adivinhar, imaginar.
Eu não quero que acredites em mim.
Quero que me sintas em ti.
Quero que me sintas em ti quando beijas tua amada,
quando agasalhas tua filhinha,
quando acaricias teu cachorro,
quando tomas banho no mar.
Pára de louvar-me!
Que tipo de Deus ególatra tu acreditas que Eu seja?
Me aborrece que me louvem.
Me cansa que agradeçam.
Tu te sentes grato?
Demonstra-o cuidando de ti, de tua saúde, de tuas relações, do mundo.
Te sentes olhado, surpreendido?...
Expressa tua alegria! Esse é o jeito de me louvar.
Pára de complicar as coisas e de repetir como papagaio o que te ensinaram sobre mim.
A única certeza é que tu estás aqui, que estás vivo,
e que este mundo está cheio de maravilhas.
Para que precisas de mais milagres?
Para que tantas explicações?
Não me procures fora!
Não me acharás.
Procura-me dentro...
aí é que estou,
batendo em ti
.
Baruch Spinoza (Filósofo-pensador [1632-1677])



terça-feira, 8 de setembro de 2015

Religião: Maquinas Da Morte - como eram mortas as Bruxas e Hereges





Por um mundo sem religião - Sejamos livres!

Não seja agnóstico, nem ateu, nem cristão, nem budista, nem teísta, nem humanista, nem capitalista, nem comunista, nem nada que lhe roube a liberdade para crer, descrer, construir e, se for o caso, desconstruir. Ande com as próprias pernas ou quem sabe voe com suas próprias asas.
Que a paz seja seu árbitro na caminhada e a consciência a estrada que lhe projeta sobre o caminho do entendimento e da liberdade. Sejamos como as crianças, os animais, os simples de coração.
Eles não tem “ismos” nenhum, não defendem nenhuma tese, nem doutrinas, não se incluem em teoria alguma, no entanto seguem puros em sua ignorância iluminada, na paz de quem sabe, mesmo sem saber que sabe.
Felizes, pacificados, alheios às nossas tolas filosofias e discussões, atentos em simplicidade ao que realmente importa. Sejamos livres ! 


Os dogmas - religiosos, políticos, científicos - vêm da crença equivocada de que o pensamento pode encapsular a realidade ou a verdade.

Os dogmas - religiosos, políticos, científicos - vêm da crença equivocada de que o pensamento pode encapsular a realidade ou a verdade. Os dogmas são prisões formadas por conceitos colectivos. O que parece estranho é que as pessoas gostam de suas prisões, pois elas lhes dão uma sensação de segurança e uma falsa impressão de que "sabem das coisas". Nada causou mais sofrimento à humanidade do que os dogmas.

É verdade que, cedo ou tarde, todo dogma é derrubado, porque a realidade acaba mostrando que ele é falso. Mas, a menos que se descubra a ilusão básica das verdades absolutas, logo surge outro dogma para substituir o antigo. Qual é essa ilusão básica? É a identificação com o pensamento. Despertar espiritualmente é despertar do sonho do pensamento.




Basta apenas uma única imagem como essa para dizer tudo.....


Basta apenas uma única imagem como essa para dizer tudo.....que deliberadamente se é negado pela falta de sinceridade e honestidade consigo mesmo.

Existe uma realidade negada e uma divindade cegamente mantida pela hipnose coletiva, em uma duvidosa ideologia religiosa de que deus é amor e também justiça....porém os refugiados são as evidencias irrefutáveis de que as prerrogativas divina não são mais de que uma fraude outorgada humanamente. Vemos indubitavelmente uma ilusão e a nefasta ideia de "amor" e "justiça" divina sendo massacrada pela realidade cruel.


sábado, 5 de setembro de 2015

Sacrifício da própria natureza em nome da crença religiosa, cujo a meta é "Deus"

Sacrifício da própria natureza em nome da religião, cujo a meta é "Deus"


Ao longo dos séculos, inúmeras pessoas, tanto no Oriente como no Ocidente, tentaram encontrar Deus, a salvação ou a iluminação através da rejeição do corpo. O que tomou a forma de recusa dos prazeres sensuais ou da sexualidade em particular, de jejuns e de outras práticas ascéticas. Chegaram a infligir dor ao corpo numa tentativa de o enfraqueceram ou castigarem porque o consideravam pecador. No cristianismo, chamava-se a isso mortificação da carne. Outros tentavam escapar do corpo entrando em estados transe ou procurando experiências extra-sensoriais. Ainda hoje há muitos que o fazem. Diz-se que o próprio Buda praticou, durante seis anos, a rejeição do corpo através de jejuns e de formas extremas de ascetismo, mas ele só alcançou a iluminação depois de ter desistido de tais práticas. O facto é que nunca ninguém atingiu a iluminação através da rejeição do corpo, nem da resistência ao corpo, nem de alguma experiência extra-sensorial. Embora uma tal experiência possa ser fascinante e possa dar-lhe um vislumbre do estado de libertação da forma material, no final de contas você terá sempre de voltar ao corpo, onde o trabalho essencial de transformação tem lugar. A transformação é através do corpo, não fora dele. É por isso que nunca nenhum mestre aconselhou que se lutasse contra o corpo ou que se o abandonasse, embora os seus seguidores, pelo menos os que se identificavam com a mente, o tenham feito muitas vezes.

A religião diz às crianças que elas podem ir para o inferno e que elas têm de acreditar, enquanto que a ciência diz que elas vieram das estrelas e apresenta motivos nos quais elas podem acreditar.

Quando eu comparo o que o conhecimento científico fez comigo, com o que a religião tentou fazer... As vezes eu sinto calafrios. A religião diz às crianças que elas podem ir para o inferno e que elas têm de acreditar, enquanto que a ciência diz que elas vieram das estrelas e apresenta motivos nos quais elas podem acreditar. Eu já contei a diversas crianças sobre estrelas, átomos, galáxias e o big bang, e eu NUNCA vi o medo em seus olhos, apenas o encanto e a curiosidade. Elas querem mais! Por que as crianças nadam enquanto os adultos se afogam? O que aconteceu com a realidade entre a infância e a idade adulta? Será que alguém prometeu algo que é tão lindo que o nosso universo parece estúpido e vazio... E até assustador em comparação?
Isso tudo ainda pode ter sido feito por algum criador, mas a religião fez parecer que é algo desagradável. A religião define tudo que não a si própria como algo profano e pecaminoso. Enquanto embeleza e dignifica suas mentiras e erros como um porco que veste a melhor das roupas. Em seu esforço de tentar nos impedir de enxergar a realidade, a religião se tornou a realidade que não podemos encarar. Veja o que a religião já nos obrigou e nos obriga a fazer... com nós mesmos e para os outros. A religião roubou nosso amor e lealdade e a deu para um livro, para um pai telepático que diz às suas crianças que o amor significa se curvar diante dele. Eu tenho certeza ao dizer que essas crianças vão crescer perturbadas. Não pode ser saudável para uma criança ou para uma… Espécie.
Foi-nos dito a muito tempo atrás que só havia a Terra, que éramos o centro do universo. Isso se mostrou uma mentira. Nós ainda não conseguimos se ajustar a isso... ainda estamos em choque. O universo não é o que nós esperávamos que fosse, não é o que eles nos disseram que seria. Esse entendimento cósmico é novo para nós, mas não há nada a temer. Nós ainda somos especiais, ainda somos privilegiados... Pode haver um paraíso, mas ele não será perfeito e nós mesmos é que teremos que construí-lo. Se eu tenho algo que pode ser chamado de alma que precisa ser salva... Então a ciência a salvou da religião.
Algumas pessoas acham realmente deprimente o fato de que o universo só poderá suportar a vido por mais apenas 30 bilhões de anos. . . 30 BILHÕES DE ANOS! Você deve estar de
sacanagem!




Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...