segunda-feira, 12 de fevereiro de 2018

Deus criou o universo e por conta disso devemos descartar a "teoria do Big Bang" como algo inválido e sem sentido para existência do universo independente?!




Contra argumento por Renato Brito Muitos acreditam piamente que "Deus" não teve origem e que sempre existiu, certo?! E nada disso é questionado, porque no caso "Dele" como um ser sem "origem" e "infinito", é totalmente bem aceito e divinamente coerente, porém no caso do universo a mesma lógica não é permitido a mesma premissa. rsrs


Isso é na verdade um conceito de fé religiosamente incutido na mente das pessoas que acreditam na tal existência de um ser divino que criou tudo, mas "Ele" mesmo foge a regra imposta pela crença popular. Porém, se no caso do Universo, o mesmo depende e precisou de um ser divino para vir a existência, por que então os mesmos argumentos e métodos que você usou no vídeo não pode ser utilizados para a origem desse "Deus" também???!!! No entanto partindo dessa sua premissa quanto a origem do universo de causa divina, é válido que as pessoas pensem nisso também quanto a origem de "Deus" do mesmo jeito em relação a sua própria existência, ou isso é um ato pecaminoso ou proibitivo quanto a origem de "Deus"??!! A origem do universo se inicia nele mesmo, dispensando qualquer ponto de imaginação e crença humana endossada pela nossa cultura enraizada na religião em um "Deus" tão somente mental e territorial. Os cientistas não resistem ou ignoram a fé, eles simplesmente sabem que qualquer ato de fé ou crença naquilo que está sendo experimentado, examinado e observado, não serve como ferramentas para experimentação científicas para provar algo, do menor ao maior das coisas existentes, e isso vale para "Deus" também.
A ciência se utiliza como você bem sabe de elementos e teorias reais existentes a ser contemplado e averiguado dentro dos rigorosos critérios da comunidade cientifica, até mesmo porque, não há como fazer o mesmo em algo de força da imaginação popular no caso de "Deus", ou seja, "Deus" na verdade é um 'Dragão na garagem de alguém', quem conhece essa frase sabe do que estou falando. Obs.: O Nada e Teorias dentro da ciência não tem a mesma conotação popular! O Nada e as Teorias científicas são ideias totalmente bem diferentes do que o povo imagina e fala no dia a dia. Ambas são de conotações totalmente distintas. Resumindo e fechando, "Deus" é tão somente o "Deus" das lacunas, a cerca daquilo que carece de explicações científicas, porém enquanto isso não acontece, se é colocado pelo imediatismo mental de fé - o "Deus" das lacunas, isto é, colocado a figura de um ser divino em relação há um fenômeno ainda desconhecido e sem explicação, mas o mesmo não está isento cientificamente de explicações, é meramente uma questão de tempo até que algo seja esclarecido, e quando algo é descoberto, desvendado e divulgado o fenômeno cientificamente de qualquer natureza, esse "Deus" das lacunas, desaparece, perde o seu espaço e sentido na origem de qualquer coisa que exista, porque querendo ou não, tudo perde o sentido de como aquilo que existe surgiu em relação a "Deus" como causador de tudo e todas as coisas. Fora do espaço/tempo nada aconteceu, porque tudo só começou quando houve espaço/tempo a partir dele mesmo. É por essa razão é que não dá para usar como pergunta: "o que houve antes do Big Bang"? ou quem causou o Big Bang?, e nem muito menos "Deus" como causador. Tudo "antes" do Big Bang não houve "antes"....houve apenas o início de múltiplas formas e aparências ao longos dos tempos de algo que sempre existiu nele mesmo do Nada. Lembrando que o Nada cientificamente falando não é a mesma coisa que o 'nada' popular, ok?! A própria Existência dispensa terceiros como um Agente primário ou um Criador. Vamos levar em consideração a pessoas que acham que existe uma regra absoluta e universal a tudo que se existe, é porque teve obrigatoriamente um causador - um agente primário....e que o universo é um deles como o efeito do seu onipotente criador. Então tá, se o universo teve um Criador - uma Agente primário para que ele assim, pudesse passar a existir, então, é necessário também a mesma pergunta; o que ou quem criou "Deus"?!

Porque se tudo que passou a existir obrigatoriamente teve que ter um causador para tudo e todas as coisas incluindo o universo, "Deus" então necessariamente precisou também de uma origem - um criador, e isso para a fé cristã é algo inadmissível e impensável de que "Deus" teve início ou muito menos ter sido criado por alguém mais poderoso do que "Ele". E por que então, "Ele" não pode ser visto e examinado dessa forma assim também?! E por será que não, né?!

Então, perceberam a implicância do que isso acarretaria quando não vamos além de nossas crenças pessoais?! Pensar assim, é um beco sem saída, te obrigando a se render de que não há como manter essa ideia de um "Deus" infinito e sem causa, sem levar em conta os imprescindíveis detalhes que faz cair por terra toda a ideia de um "Deus" causador e criador de tudo e todas as coisas.

Simplificando: se o Universo não teve um criador para ser criado, então a ideia de "Deus" como criador de tudo e todas as coisas é totalmente dispensável, porém, se o universo precisou necessariamente de um criador, então "Deus" precisou e passou pelo mesmo processo como criatura nas mãos e poder de um outro ser mais poderoso que "Ele", como foi também o universo criado e advindo de suas mãos. E se você for sincero e honesto consigo mesmo com essa linha de raciocínio, um "Deus" que teve origem e foi criado por algo ou alguém, você iria ter que recorrer a sucessivas infinitos passados sem nunca encontrar um ponto de partida em nada, seria um deus criando um outro deus durante toda eternidade, e esse "Deus" que o povão conhece como "único" e "absoluto", qual seria então, a sua ordem de geração em tempos atuais.....provavelmente seria "Ele" o mais fraquinho entre todos os deuses de infinitas gerações passadas, não é mesmo?!

Então, uma verdade para que seja ela uma verdade verdadeira, a mesma precisa de provas reais e evidências concretas, com as devidas ferramentas e elementos adequados cientificamente, mas se há apenas uma verdade imaginada (Deus), não serve como uma verdade real e nem muito menos absoluta, é apenas uma verdade de conceito abstrata, invisível e coletivamente imaginada em um "Deus" das lacunas criado por nós mesmos, e nós mesmos "O" colocamos em um patamar de implicações, e de sucessivas incoerências que se choca terrivelmente com a realidade que desmantela a imagem e a existência de "Deus". A nossa própria criação de um "Deus" não se sustenta em si mesmo em nada. Se pra você "Deus" sempre existiu independente de um agente causador, é válido os mesmos argumentos e métodos para o universo também!!! Tome nota: A própria existência é divina. Não há nenhum criador criando-a. Ela em si é o criador.

Link do vídeo que tenta manter vinculação de "Deus" como criador do universo: https://youtu.be/TRyiU1ClI-s




terça-feira, 6 de fevereiro de 2018

Numerologia e coincidências

Vamos ver a verdadeira relação entre os números.



Reportagem da BBC contando o ocorrido com as trombetas:
http://www.bbc.com/news/world-middle-east-13092827
Transmissão delas tocadas:
https://www.youtube.com/watch?v=Qt9AyV3hnlc&feature=youtu.be


segunda-feira, 15 de janeiro de 2018

8 piores torturas medievais já utilizadas

A Idade Média também foi conhecida como idade das trevas. E ao estudarmos um pouquinho de história, a gente começa a entender o porque dessa relação com a escuridão e com o sombrio. 
As noções de moral das sociedades desse período eram completamente diferentes dos tempos modernos. E você vai poder conferir agora uma pequena demonstração de como o povo medieval resolvia seus problemas, pendências, e punia quem eles julgavam como merecedores.




sexta-feira, 12 de janeiro de 2018

DEUS EXISTE? - CONTRADITÓRIOS

Deus é uma invenção, aliás das mais nocivas e patéticas que a mente humana delirante já foi capaz de conceber.




Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...